O Toque da Cura Energizando o Corpo, a Mente e o Espírito através da Arte do Jin Shin Jyutsu – Parte 9

Parte 9  – TRAVA DE SEGURANÇA DA ENERGIA

Números são qualidades não quantidades.

Como vimos, nossa saúde e harmonia dependem da passagem constante e livre da energia vital através do nosso ser. Até aqui, concentramo-nos nos estágios pelos quais a energia se manifesta em nós (as profundidades) e nos principais trajetos que ela percorre em nosso corpo (os Fluxos da Trindade). Esses conceitos constituem a base do Jin Shin Jyutsu. Melhorar nossa percepção desses conceitos é essencial para a manutenção de nosso equilíbrio e bem-estar gerais.

Às vezes a energia em excesso fica presa numa área específica dentro de nós. Podemos liberar facilmente essa energia usando as vinte e seis áreas conhecidas como travas de segurança da energia. Elas são também chamadas de “chaves para o reino” porque “abrem” o fluxo da energia vital no corpo, na mente e no espírito. Quando as travas de segurança da energia estão abertas, a energia flui suavemente através de nosso ser. Entretanto, quando abusamos de nós mesmos mental, emocional ou fisicamente no nosso dia-a-dia, nosso “freio” ou sistema de travas de segurança da energia entra em ação. Assim, elas são como uma espécie de sistema de alarme preventivo que nos avisa que certas partes do nosso sistema estão sobrecarregadas. Se prestamos atenção ao aviso amigo, podemos nos ajudar imediatamente e prevenir maiores transtornos e danos. Conhecendo-as, podemos encontrar as raízes mais profundas das causas dos desequilíbrios e harmonizá-los. Restabelecer a harmonia significa então simplesmente aplicar nossas mãos para abrir as travas de segurança da energia específicas.

As vinte e seis travas de segurança da energia (TSE) estão dispostas aos pares em cada lado do corpo, havendo portanto vinte e seis travas no lado direito e vinte e seis no lado esquerdo. O conjunto da esquerda é uma imagem refletida do conjunto da direita, e viceversa. (Ver Figura  mais adiante.) A grosso modo, esse arranjo corresponde à localização dos Fluxos Supervisores direito e esquerdo analisados no capítulo precedente. E, de fato, as vinte e seis travas de segurança da energia estão localizadas dentro dos Fluxos Supervisores.

Quando analisamos os Fluxos Supervisores, observamos que uma de suas funções é levar a energia às cinco profundidades do corpo. Como as TSE se localizam ao longo dos Fluxos Supervisores podemos compreender que cada profundidade também abriga seu próprio conjunto específico de TSE.

Quando você estiver mais consciente das relações entre as profundidades e as travas de segurança da energia, você dará mais um passo na direção de resgatar seu senso de plenitude e inter-relação das várias partes de si mesmo. O conhecimento dessas diferentes relações aumentará sua versatilidade para abordar quaisquer desarmonias que possam se manifestar.

Como vimos, cada uma das cinco primeiras profundidades é responsável por um conjunto específico de funções que compreendem o corpo, a mente e o espírito. Vimos como podemos equilibrar essas profundidades usando as mãos. Veremos agora que quando abrimos uma trava de segurança da energia específica mantemos em equilíbrio a profundidade a ela correspondente, uma vez que cada uma das vinte e seis travas de segurança da energia influencia uma profundidade específica. Inversamente, quando harmonizamos uma determinada profundidade. fortalecemos as travas de segurança da energia relacionadas com essa profundidade. As associações entre as profundidades e as TSE podem ser resumidas desse modo:

  • A primeira profundidade está relacionada com as Travas de Segurança da Energia de 1 a 4.
  • A segunda profundidade está relacionada com as Travas de Segurança da Energia de 5 a 15.
  • A terceira profundidade está relacionada com as Travas de Segurança da Energia de 16 a 22.
  • A quarta profundidade está relacionada com a Trava de Segurança da Energia 23.
  • A quinta profundidade está relacionada com as Travas de Segurança da Energia de 24 a 26.
  • A sexta profundidade abrange todas as Travas; ela é harmonizadora de todo o ser.

No estudo a seguir examinaremos as vinte e seis travas de segurança da energia no contexto das profundidades a elas relacionadas. Neste capítulo, veremos as Travas de Segurança da Energia de 1 a 15, contidas na primeira e segunda profundidades.

Nesta síntese, dirigiremos nossa atenção para a localização e para o significado universal de cada trava de segurança da energia (TSE). Além disso, conheceremos as desarmonias específicas que podem manifestar-se quando uma determinada TSE fica “fechada”; veremos também alguns exercícios fáceis de aplicar. Para conectar as travas de segurança da energia adotamos as mesmas técnicas seguidas até aqui – tocamos o local alguns minutos ou até sentir uma pulsação. Não precisamos nos preocupar em demasia com a precisão, pois cada trava de segurança da energia tem uma abrangência de uns sete centímetros em torno de si. Com o tempo, à medida que sua sensibilidade aumentar, você aprenderá “acertar na mosca”, embora isso não seja essencial. Por conveniência, o índice abaixo pode ajudá-lo a localizar travas de segurança da energia específicas que podem ser usadas para atender necessidades específicas.

Índice de Travas de Segurança da Energia

Capturar.PNG

Capturar

Durante a leitura dos resumos das travas de segurança da energia a seguir, reporte-se à Figura 4.1 para achar sua localização. Algumas travas de segurança da energia estão localizadas nas costas ou em outros lugares difíceis de alcançar quando aplicamos as conexões em nós mesmos. Para facilitar esse aspecto, Jiro Murai descobriu que o corpo contém áreas de fácil acesso correspondentes às de acesso difícil. Assim, todos podemos abrir nossas próprias travas de segurança da energia com relativa facilidade.

Nesse contexto, você perceberá que muitos exercícios apresentados a seguir exigem que se conecte duas TSE diferentes ao mesmo tempo. A TSE adicional serve como uma espécie de “saída”, que ajuda a canalizar a energia liberada da TSE “travada”.

Capturar.PNG


Fonte: Alice Burmeister e Tom Monte O Toque da Cura Energizando o Corpo, a Mente e o Espírito através da Arte do Jin Shin Jyutsu® Prefácio Mary Burmeister Tradução Euclides L. Calloni

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s