PREVISÃO DA ENERGIA DE 2017

PREVISÃO DA ENERGIA DE 2017: O ANO DA BIFURCAÇÃO DA TERRA & CONEXÃO SUPERIOR

(Natalia Alba)

Meus amados,

Neste momento crucial da Criação, uma Nova Terra já está nascendo. Não somente estamos prestes a dar boas-vindas a um Ano Novo humano, mas também a um Novo Ciclo, uma vez que a frequência do número 1 deste ano de 2017 nos faz lembrar, que, de uma forma ou de outra, sentiremos o impacto e a subsequente mudança que a bifurcação da velha matriz da 3D tem sobre todos nós. 2016 foi um ano de constante integração da alma, e, consequentemente, de purificação das camadas inferiores do self – ao liberar antigos comportamentos/implantes e programas tridimensionais, principalmente por parte das almas que estão começando a despertar nesta época.

Começamos este ano sem grandes aspectos e com as energias muito tranquilizadoras, em janeiro, com Mercúrio ainda retrógrado até o dia 8. E com uma pacífica e amorosa Lua Cheia, em Câncer, em 12 de janeiro – preparando-nos suavemente para a intensidade desse período transicional. Embora isso não seja uma predição do ano de 2017, porque eu não faço predições, uma vez que em minha realidade tudo está constantemente se transformando, conforme o fazemos também internamente, e as predições são limitadas, no sentido de que restringimos o que vai acontecer sem sermos capazes de imaginar tudo o que existe por trás das cenas físicas. Isto é uma orientação que recebi e que já está acontecendo Agora dentro de nós mesmos e o que nós – de nossa perspectiva humana – já podemos ver a partir do estado de ser vibratório que escolhemos.

Neste ano de 2017, nossa missão, durante a transição para uma oitava mais elevada, como seres conscientes a serviço do Todo, e como Sementes da consciência da Nova Terra deste Novo Ciclo, que vimos aqui para ser, não para nos concentrar no que parece ser – ou no caos coletivo – mas fazer nossa parte por simplesmente permanecer em um estado mais elevado de ser todo o tempo. Não estamos aqui para convencer ou ensinar alguém, porque todos tem a própria fonte sábia internamente. Estamos aqui para reconstruir, ajudar Gaia e o Todo a curar apenas com a nossa mera presença. Não somos mais especiais nem estamos aqui para saber mais do que os outros. Essa é outra forma do ego espiritual e da fragmentação. Não interferimos nas escolhas alheias, porque isso não é o que as almas conscientes fazem, uma vez que estaríamos violando o livre arbítrio dos outros e impedindo que eles se lembrem por si mesmos. Nós, simplesmente, já passamos por aquilo que os outros estão enfrentando agora, outros que desceram diretamente dos Reinos Superiores para ajudar aqui. O importante é a intenção e o amor que colocamos no que fazemos e compartilhamos – não a origem de nossa existência.

Realmente, 2017 será o ano em que a Terra finalmente vai se bifurcar da velha 3D. Isso deve ser compreendido adequadamente, porque há muitas pessoas que, devido à falsa propaganda ou à falta de informação, acreditam que para que isso ocorra muitas pessoas tenham que morrer e/ou mesmo retirar-se a fim de acessar a Nova Terra e renascer como novos seres. É verdade que muitas almas podem decidir deixar o Planeta neste momento, devido aos acordos anímicos ou aos rápidos toques de despertar que ainda não são capazes de enfrentar. Mas, isso não é processo de um dia/ano e há mais do que os sentidos humanos conseguem perceber acerca de uma escolha da alma.

Existem infinitos motivos para que uma alma ou grupo de almas deixem o Planeta, mas o principal, de acordo com a orientação que recebo, não é para purificar Gaia, em absoluto, uma vez que o nosso Planeta já existe em uma linha de tempo futura e não há necessidade de forçar alguém a partir, mas, porque determinadas almas já cumpriram as próprias agendas anímicas. Nosso foco não deve estão nos outros, mas na nossa missão de alma e nos trabalhos interiores, porque, quanto mais pensamos que sabemos, menos conseguimos compreender internamente este corpo físico e limitado, a multidimensionalidade e as escolhas diferentes que as outras pessoas fazem, visto que vai além do que podemos pensar, porque essas escolhas de alma são também interligadas com outras almas de diferentes reinos e assim por diante, e o quebra-cabeça inteiro nunca pode ser visualizado a partir de nossa perspectiva humana.

Continuar lendo