RAZÃO E INTUIÇÃO

Mensagem de Julie Redstone
6 de Março de 2017

O que pensamos e o que sabemos são duas coisas diferentes.

O pensamento é condicional, baseado em mudanças nos níveis de informação.

O verdadeiro conhecimento é permanente, baseado em um sentido eterno da verdade.

Nossos pensamentos têm múltiplas fontes. Eles podem vir do nível da mente e estarem baseados na razão, ou podem vir do nível do corpo ou da alma e serem baseados na intuição.

A qual destas fontes nós prestamos atenção é uma escolha que fazemos, e a natureza desta escolha pode nos levar ou a nos unirmos com outros que pensam visivelmente o que pensamos, ou nos tornarmos mais autoconfiantes, porque somente nós podemos saber o que sabemos.

Há o pensamento com a mente e o pensamento com o coração. Há o conhecimento de algo porque isto se conforma ao conhecimento geral, e conhecemos algo porque nós o sentimos como verdade.

Os pensamentos que direcionam a nossa vida têm fontes diferentes, com aqueles que estão mais próximos às percepções da alma, oferecendo a possibilidade de maior certeza e para a maior infusão da inspiração Divina. No entanto, estes pensamentos da alma são os menos preocupados com informações e o conhecimento geral.

Com frequência, em relação às impressões ou intuições que vêm de um plano mais elevado de nosso ser, podemos apenas dizer que “sabemos de alguma coisa”, não como o conhecemos, ou porque o conhecemos, apenas que sentimos algo como verdadeiro.

Porque não podemos encontrar evidência para estes pensamentos, nós, às vezes, duvidamos de sua origem. Se nós iremos seguir as mensagens que chegam a nós desta maneira, é responsabilidade nossa. Em grande medida, isto tem a ver com se estamos prontos para fazê-lo.

A prontidão tem a ver com a nossa capacidade de perceber a verdade – verdade que é fundamentalmente uma percepção da luz que envolve algo. No curso de nos tornarmos mais conscientes, a clareza sobre o que é mais verdadeiro ou o que é menos verdadeiro cresce dentro de nós, e a vida, muitas vezes, pede-nos para escolher entre os dois.

A fim de fazermos isto, devemos decidir qual é a base da verdade, se os pensamentos de nossa mente que têm razões e explicações, ou os pensamentos de nosso corpo e de nossa alma que são mais sutis e difusos. O problema imediato que isto apresenta é o da confiança – se seguimos o nosso próprio caminho, confiando no que pensamos e sentimos, ou se buscamos o conforto de saber que pensamos o que os outros pensam.

O pensamento que vem da intuição não pode ser validado por outros. Se optarmos por seguir a sua orientação, devemos aprender como confiar nisto e como mantê-lo de forma protetora, de modo que as opiniões dos outros não nos afastem do que sabemos. Muitas vezes, o que vem a nós como percepção intuitiva é profundo ou sagrado e somos convidados a reconhecer a sua sacralidade, mesmo sem qualquer referência ou apoio externo.

A capacidade de nos movermos da razão para a intuição como uma fonte de conhecimento acontece como um resultado da abertura da intuição no curso do desenvolvimento da alma, trazendo com ela maior sensibilidade com outros planos de experiência. Antes disto, podemos ter momentos mais difíceis, de detectar o que sabemos, quando não vem da mente.

Conforme progredimos, no entanto, o problema não é o de saber, mas de confiar. 

O processo prossegue quando ouvimos mais a nossa própria voz interior, e quando seguimos a sua orientação mais fielmente. Então, as intuições que nos chegam são sentidas mais fortemente e percebidas com mais confiança. Se nos afastamos destas intuições, no entanto, a voz que estamos ouvindo se tornará mais fraca e menos audível.

A expansão da intuição na vida não tem a intenção de eliminar a razão, ou mesmo de limitar as esferas em que ela é útil e necessária. No entanto, a capacidade racional, para muitos indivíduos, foi desenvolvida à custa do intuitivo.

É o momento agora, enquanto a consciência se expande na luz, que cada um de nós preste mais atenção aos sussurros da alma que chegam no silêncio da noite, ou na tranquilidade do dia, trazendo com eles mensagens e insights que são destinados a ajudar e a inspirar.

Com o aumento da experiência, a capacidade de confiar em nosso conhecimento interior, irá aumentar até que ele se torne tão natural quanto o pensamento com a nossa mente. Neste ponto, a intuição se tornará parte de uma vida que não é mais comum, mas cheia de pequenos milagres de inspiração e de percepção que nos chegam, sem que sejam convocadas ao longo de cada dia.

INSPIRAÇÃO E INSIGHT

A inspiração ou a percepção vêm frequentemente durante a noite quando estamos dormindo. Pouco antes de ir se deitar, peça ao seu Eu Superior (seu eu unido à Deus) que lhe revele a resposta a uma questão sobre a qual você tem refletido. Tenha um lápis e papel por perto, de modo que possa anotar qualquer coisa que lhe ocorra quando você acordar pela manhã.

PRÁTICA DE ALINHAMENTO

Para começar, sente-se com as suas costas eretas, olhos fechados, e respire lenta e tranquilamente, com as suas mãos, palmas para baixo, sobre o seu centro cardíaco, no centro do seu peito. Deixe que a sua respiração se aprofunde e relaxe.

Agora, visualize uma coluna de luz, descendo do cosmos sobre a sua cabeça, descendo através do alto de sua cabeça e pela sua coluna, preenchendo o seu coração, e se estendendo para baixo, para as solas dos seus pés. Sinta que esta coluna de luz é interminável. É o apoio ilimitado de Deus e dos reinos da Luz.

Inspire a luz através do alto de sua cabeça. A cada inspiração, saiba que você está inspirando a Luz de Deus e que cada respiração está fortalecendo esta conexão. Esta Luz é ilimitada. Ela pode ser atraída inúmeras vezes. Sinta o calor de sua mão em seu coração e inspire a luz em seu coração também.

Descanse, respire, sinta a luz movendo-se através de você, infundindo-lhe o sopro de Deus.

Respire assim por alguns momentos.

Agora, preste atenção à expiração de cada respiração.

Enquanto você exala, libere tudo o que não seja a luz dentro de você, tudo o que o limita, tudo o que o impede de se aproximar mais de Deus.

Libere o medo, a raiva, o desespero, a tristeza – libere toda a limitação na luz maior de Deus que pode absorvê-la e na qual se dissolve. Exale tudo o que o retém, tudo o que o separa…

Continue respirando por mais alguns momentos, concentrando-se na inspiração que atrai mais luz ao seu corpo e consciência, e à expiração que deixa ir tudo o que precisa ser liberado.

Conscientize-se de sua inspiração e de sua expiração.
Conscientize-se do sopro de Deus, movendo-se através de você.

Quando esta meditação for concluída, agradeça à Deus pela dádiva da luz e da respiração e pela ajuda que é dada.

Nota: Esta prática deveria ser feita diariamente para o benefício máximo, preferivelmente no mesmo momento do dia, ou pode ser feita na forma mais curta ao longo do dia. O Alinhamento é o eixo central de uma prática espiritual que busca incorporar mais luz ao ser, com propósitos de transformação individual e serviço à Terra. Quanto mais ela for praticada, mais será criado um caminho de luz através de todos os níveis do ser.

Por favor, respeite os créditos ao compartilhar
DE CORAÇÃO A CORAÇÃO – http://www.decoracaoacoracao.blog.br
DE CORAÇÃO A CORAÇÃO – https://lecocq.wordpress.com
http://www.lightomega.org
Tradução: Regina Drumond – reginamadrumond@yahoo.com.br
Grata Regina!

Anúncios

VIBRAÇÃO DA CRISTALIZAÇÃO – EM PIANO

Vídeo

ARTISTA:TOM SEVERINO
Canalizado por Gabriel Raio Lunar

Esse Mantra foi intitulado “Vibração da Cristalização”. 

Você, ao ouvir, estando relaxado começará a sentir vibrações no seu corpo.

Poderosas correntes de luz passarão em alta voltagem em cada célula do seu corpo. 

Poderá sentir tremores, ficar ofegante, mas não se assuste, continue na sintonia. 

Relaxe, entregue-se às ondas de alta frequência. 

Após alguns minutos ouvindo, você começará a sentir o seu corpo relaxar. 

Alguns poderão senti-lo adormecer com leves formigamentos. 

O ideal é ouvir pelo menos uma vez ao dia por 15 minutos seguidos ou mais.  A vibração do Mantra foi entregue aos Elohim, descida até os Devas em representação pelos Elfos e Fadas, que vêm das Altas Esferas Crísticas.

O “Vibração da Cristalização” é uma ferramenta fundamental para aqueles que buscam alcançar o corpo cristalino e a transmutação do DNA por meio da absorção das recentes energias entrantes no Planeta, as “Ondas X”, conforme recentemente abordadas pela Mãe Kuan Yin.

Gabriel Raio Lunar

LINK YOUTUBE

Composição / Canalização: Gabriel Raio Lunar
Harmonizado e interpretado por Tom Severino:
www.severinoquartet.tumblr.com / www.severinoduo.tumblr.com
Gravado e editado por Alex Severino

BAIXAR EM MP3 CLICANDO AQUI

Por favor, respeite os créditos ao compartilhar
DE CORAÇÃO A CORAÇÃO – http://www.decoracaoacoracao.blog.br
DE CORAÇÃO A CORAÇÃO – https://lecocq.wordpress.com
http://www.sementesdasestrelas.com.br/2017/03/vibracao-da-cristalizacao-em-piano.html
Grata Gabriel!

O GRANDE DESAFIO DE 2017

(Jeshua /Jesus, através de Antera)

Fonte: http://www.soulevolution.org/channelings/17-jan2-jeshua.html

Saudações! Hoje, neste começo do ano 2017, falo aos corações de todas as pessoas deste planeta. Pois todas estão alinhadas com as energias superiores de amor e compaixão, quer saibam disto ou não. Não há nada além disto que seja real! O amor é a realidade, o amor é a verdade! E quanto àqueles seres humanos que têm expressado energias que não são amorosas, sei que eles falam e agem movidos pelo sofrimento e, portanto, cabe a todos vocês amá-los ainda mais.

 Sabíamos que 2016 seria um ano desafiador; sem dúvida nenhuma. E realmente assim foi. Mas em meio a todo o caos e todas as palavras e ações dolorosas com as quais alguns se envolveram, ainda assim vemos o surgimento da energia do coração em todo mundo! Este é o desafio para todos – permanecer concentrado no coração, e ter compaixão por todos, mesmo por aqueles que estão criando energias nocivas. Não há nada mais importante. Não importa quanto o comportamento possa ser prejudicial, quanto as palavras possam ser duras… o amor é a resposta.

 Não falo isto como meras palavras. Muitas pessoas já disseram a mesma coisa. Mas o que a humanidade como um todo está experimentando agora é entender realmente o que isto quer dizer. Mover-se para uma consciência mais elevada é uma mudança que exige mais amor e compaixão, isto é bem claro. Mas o que isto significa para cada um de vocês? Como isto se manifesta, quando vocês são confrontados com as energias negativas de outros, a culpa, o ódio, as formas nocivas de agir de algumas pessoas?

 Este é o grande desafio para este ano e os próximos. Sei, com toda certeza, que cada pessoa viva é capaz de enfrentar este desafio. Como consciência, a humanidade precisa disto para se mover para o próximo nível. E embora esperássemos que isto seria um pouco mais fácil do que acabou sendo ano passado, ainda assim o aparecimento da energia do coração, em grande escala, está acontecendo agora.

 Às vezes a humanidade precisa chegar a um extremo, mergulhar no ódio e na culpa, antes de emergir com valores melhores. Agora este desafio está diante de todos. Cada pessoa é responsável pelo que contribui com a humanidade em termos de pensamentos, palavras e ações. Para cada indivíduo, este desafio se manifestará de uma forma diferente, que o impulsionará a um nível superior de amor e o levará a escolher o amor em vez de mover-se para outros tipos de energia. Independentemente do que fez no passado, cada um de vocês pode agora elevar suas contribuições a um nível de cura, ao invés de sucumbir. Esta é sua escolha a cada momento, e eu continuo esperando que os trabalhadores da luz mostrem o caminho, mostrem aos outros o que fazer, simplesmente através do exemplo.

 E peço constantemente que todas as pessoas, independentemente de religião ou crença, estejam à altura deste desafio. Esta oportunidade vem se construindo há algum tempo. A humanidade está à beira de uma mudança há uma década. Agora que o momento chegou, só é preciso que a maioria das pessoas abra seus corações, resista à tentação de fechá-los, e mostre o caminho para os outros. Se isto ocorrer neste ano, veremos algumas grandes mudanças. As chances são de que leve mais do que um ano, mas acreditamos tão fortemente na humanidade, que manteremos nosso apoio àqueles que estão progredindo com a cura e trazendo paz, bem-estar e harmonia para o planeta.

 Ao ler estas minhas palavras, muitos pensarão “Sim, eu já li isto antes.”, ou “Ah, sim, eu sei o que isto significa.” Mas eles não o põem em prática! E é por isto que transmito esta mensagem de novo. Cada vez que uma pessoa escuta uma lição profunda, recebe-a num nível um pouco mais profundo. Começa, então, a aplicá-la um pouco mais em sua vida, e em cada vez mais áreas de sua vida, até que finalmente chega a compreendê-la verdadeiramente.

Agradeço a todos por suas contribuições e abençoo todos vocês!

Jeshua através de Antera

Direitos Autorais © 2017 Antera e Omaran.

É dada permissão para compartilhar este texto com outros desde que seja apresentado em sua totalidade e com o devido crédito à fonte.

Center for Soul Evolution in Mt Shasta, CA

Uma organização sem fins lucrativos.

www.soulevolution.org

Tradução de Vera Corrêa veracorrea46@gmail.com

DOIS MEDOS PROFUNDOS

(Mensagem de Maria Madalena, através de Pamela Kribbe)

Fonte: http://www.jeshua.net/gate/gate24.htm

Eu sou Maria Madalena e ajoelho-me diante de vocês, com admiração e respeito pelo que estão fazendo na Terra. Vocês estão abrindo novos caminhos de consciência e estão fazendo isto enquanto ainda carregam os pesos do passado dentro de si. Antigos sofrimentos e ansiedades vêm à tona exatamente porque novos modos de consciência estão se infiltrando em sua percepção, seu corpo e suas emoções. Na criação real de novos caminhos de consciência, vocês curam a antiga dor.

Parece que isto deveria ter acontecido no passado… vocês estiveram na Terra tantas vezes antes… mas até agora não era possível criar novos caminhos. Ainda havia muita consciência presa às velhas instituições de poder e autoridade, e as pessoas estavam aprisionadas pelo medo de não conseguir sobreviver, pela ansiedade no plano físico, ou pelo medo de ser socialmente condenadas ao ostracismo.

 Estes medos são muito profundos nas pessoas. Se você não sabe quem você é, se está imerso nas estruturas de inconsciência que é mantida pela sociedade, então você acredita que é seu corpo, e o medo pela sobrevivência atinge-o no mais profundo do seu ser, pois, neste caso, morrer significa ser destruído. Surgem, então, impulsos intensos para resistir e estes podem levá-lo a destruir outra pessoa, se for necessário, para assegurar sua própria sobrevivência. Este é um medo básico primitivo.

E há também o medo de ser banido da sociedade, de não poder mais pertencer ao grupo, que também é um medo muito profundo nas pessoas.

Se você não está consciente do seu eu-alma, da sua essência divina, você pensa que é um corpo, e que é uma personalidade socialmente moldada nesse corpo. A personalidade, que é formada pelas influências sociais do passado, foi e ainda está sendo moldada pelo medo. Você quer pertencer ao grupo; quer ser aceito por outras pessoas. Existe uma parte indefesa em você que deseja ser sustentada, aprovada e acolhida. Esta é a parte sua que deseja pertencer, e ela ainda é muito forte em todas as pessoas.

Você acaba de emergir de um modo de pensar e viver que era dominado pelo poder e a impotência, que estava sob o domínio do medo. Sinta em si mesmo, no seu próprio campo energético, onde essas antigas energias ainda estão agindo. Sinta isto intuitivamente. Observe se existem áreas cinzentas, ou até mais escuras, agindo visivelmente na sua aura ou no seu corpo. Perceba a ação dessas velhas energias, como ansiedade, obediência exagerada, medo pela sobrevivência e medo de ser rejeitado e ficar só. Estes são os dois maiores medos que limitavam as pessoas no passado.

A transição para o novo leva tempo. Você pode muito bem imaginar que há muito trabalho a ser feito para abandonar antigos medos, para chegar a confiar realmente na consciência do coração, numa nova consciência que afirma que você não é apenas seu corpo. Seu corpo faz parte de você, é uma parte preciosa na qual você vive temporariamente e através da qual você se expressa. Mas você é muito mais do que isso. Você é uma consciência de alma, uma luz viva, que é independente de formas físicas e materiais. Isto é um grande salto de consciência! E talvez um salto maior ainda seja o fato de você estar livre da pressão social. Porque a pressão social – ter que pertencer ao grupo – muitas vezes leva as pessoas ao nível vibratório mais baixo: a consciência de multidão. Geralmente aquilo que domina um grupo ou uma multidão, uma estrutura de poder ou um indivíduo, evoca os maiores medos nas pessoas e as manipula.

 Estes medos são os dois maiores obstáculos que as pessoas experimentaram no passado. E graças a esses medos, elas descem ao espaço do “nós”, do pertencimento, opondo-se a outras pessoas ou coisas que estejam fora do seu grupo. E assim começam a pensar em termos de “nós contra eles”, de forma que pertencer ao grupo se torna algo vital. O medo, então, precisa ser sempre confirmado, junto com as justificadas soluções para ele. O modo de lidar com esses medos inclui violência e domínio daqueles que estão fora do grupo. Estes temas estão vindo à superfície com muita força neste momento, como se pode ver no mundo à sua volta.

 Uma consciência maior é necessária agora, uma consciência que conecte e enxergue a igualdade entre todas as pessoas, mesmo que venham de ambientes totalmente diferentes, com histórias e culturas diferentes; uma consciência que enxergue no outro o que vocês têm em comum, mesmo que ele seja muito diferente de você. Esta é a tarefa deste momento, tanto no nível individual, interior, quanto entre países e culturas. Esta é a grande quebra de barreiras que vai curar o mundo. E o maior passo para essa cura é abandonar a identificação com seu corpo e com sua personalidade socialmente formada; é elevar-se acima dessas identificações e novamente reconhecer o chamado da sua alma. Sua alma lhe diz que tudo é possível, enquanto o medo em você insinua que muito pouco é possível, que você precisa se proteger, por exemplo, dos outros, ou de doenças… Mas a alma que vive em você é corajosa e forte, ela transcende as limitações.

 Gostaria de lhe dizer que você – a pessoa com quem estou falando agora – já vem ajudando a aumentar a consciência na Terra há muitas vidas e há bastante tempo. Antes desta vida, você já experimentou a sensação de unidade da qual eu falo, o fato de ser mais do que um corpo, a sensação de ser uno com outro, mesmo que o outro venha de uma experiência muito diferente da sua. Você já conhece o sentimento de querer se elevar acima de classe e posição social, embora esta energia nem sempre tenha sido bem-vinda na Terra. Foi um processo de aprendizagem ter que lidar com a diferença entre sua forma de sentir e pensar e a forma de sentir e pensar do mundo ao seu redor, ou com o modo que a maioria das pessoas percebe as coisas. E não se esqueça que muitas pessoas gostariam de pensar de outra forma, gostariam de sentir de forma diferente, porque ninguém é feliz nas garras do medo, ninguém deseja isso.

O que está acontecendo nesta época, é que as pessoas estão ficando cada vez mais fartas da vida baseada no medo. Existe agora tanta energia nova na atmosfera da Terra – uma sensação tão intensa da possibilidade das coisas serem diferentes – que as pessoas estão despertando. E certamente os jovens, as novas gerações que estão nascendo na Terra, estão sentindo mais e mais o gosto desta nova energia que você vem carregando consigo há séculos, e sentem cada vez menos prazer nas velhas formas de ser e viver. Mas, do ponto de vista dos padrões de pensamento existentes, esta energia da nova geração é algo selvagem, caótico, que não se adapta às normas estabelecidas e leva a problemas de comportamento. Entretanto, esta energia contém as “dores do parto”; algo novo está querendo nascer.

 Chego agora ao ponto principal desta conversa. Você está aqui como um mentor, para servir de parteira no nascimento desta nova energia, neste momento. Entretanto, isto exige muito de você, porque você ainda traz dentro de si os traumas de maus julgamentos e rejeição; você sabe o que é ser julgado por suas ideias inovadoras. Parte do seu legado é ser socialmente isolado, ser diferente, e isto vem deixando ferimentos emocionais em você, desde o dia em que você nasceu… na verdade, antes mesmo desta sua vida ter começado. 

 Este é o momento em que lhe será pedido para sair da sua concha, para se mostrar, se apresentar, a fim de ajudar a nova energia que se manifesta agora especialmente através dos jovens, e orientá-los, por assim dizer. Você pode ser um canal, porque tem um entendimento profundo tanto do antigo quanto do novo. Você conserva uma perna na velha energia, pela qual foi ferido, portanto é capaz de ter compaixão pelas pessoas que estão com medo de serem rejeitadas e ficarem sós. Você também tem compaixão pelas pessoas que estão aterrorizadas de morrer, por acreditarem que não existe nada além do corpo físico. Sua consciência expandiu-se justamente porque você teve que viver e trabalhar no escuro, portanto você é um dos que podem ser uma ponte entre o velho e o novo.

 Assim, apelo a você. Peço-lhe que assuma seu lugar natural, embora eu saiba o quanto este esforço pode lhe custar. Você ficou tão acostumado a pensar que não existe nenhum lugar para você, que se sente totalmente desgastado pelo esforço. Mas é justamente neste ponto que você é levado a realizar sua tarefa. No momento em que pensa: “Eu desisto, não há mais nada que eu possa fazer…”, este se torna o ponto de virada, quando você consegue finalmente permitir que qualquer coisa que aconteça possa fluir através de si. Você deixa de lado sua vontade pessoal, suas ideias de como as coisas deveriam ser, e se permite mover com o fluxo da sua alma.

O poder que você desenvolveu, e também a dor que sofreu, de alguma forma quebraram o seu ego. E isto é um processo doloroso, pois todo ego é contrário à dor e a ser despedaçado. Entretanto, este é o único meio, porque, num certo sentido, a dor e o trauma que você carrega consigo fazem parte do caminho. Quando você realmente sente esta dor e a envolve com compaixão, você a deixa ir; você tem vontade de “morrer”, por assim dizer, devido ao conhecimento de que algo maior o está carregando; você se entrega à sua essência mais profunda e verdadeira, e não mais luta contra a realidade terrena.

 Você inclusive desiste de tentar convencer os outros, porque se tornou verdadeiramente você mesmo. Você não está mais aqui para mudar os outros, nem está mais aqui para mudar a si mesmo; está apenas sendo você. E esta é exatamente a sua função de ponte, que é o seu lugar natural. É isto o que quero dizer quando falo em “assumir seu lugar natural.” Tenha compaixão por si mesmo e pela velha dor que permanece em sua vida, e deixe que a cura simplesmente aconteça. Ao enxergar este processo como parte do seu caminho, e deixar a velha dor onde ela está, a cura acontecerá por si mesma. Ajuda chegará para você de todos os lados. Tudo o que aspira à vida, ao crescimento e à alegria, deseja lhe ser útil… os guias, as forças auxiliadoras do universo… Você só precisa estar disposto a assumir seu lugar natural e dizer para si mesmo: “Eu não vou mais viver de acordo com o medo. Os medos ainda podem estar por aí, mas eu sou mais, muito mais do que isso. E me recordo disto todos os dias.”

Então verá que a vida o leva ao lugar ao qual você pertence, onde se sente bem, onde pode vivenciar alegria e felicidade. Ser um trabalhador da Luz, aquele que traz a mudança, não precisa mais ser um dever pesado e cheio de agonia. Isto pertence ao passado e não é mais o seu destino. A estrada para o novo também significa para você um novo nascimento, em paz com a Terra e onde você pode assumir seu lugar de uma forma natural.

E finalmente, observe se as palavras “assumir seu lugar natural” trazem imagens espontaneamente à sua mente. Talvez lhe venham à mente lugares do seu cotidiano, ou situações, ou ocupações… ou surja algo que possa ser uma possibilidade para o futuro. Onde você se sente realmente relaxado e feliz? Esses são os lugares em que você pode deixar sua energia fluir naturalmente. Veja se alguém o chama… talvez você o reconheça como uma pessoa conhecida. Ou talvez surja um ambiente na sua visão mental… Observe se há algum lugar que o convide alegremente a ir para lá. E não tenha medo de experimentar as coisas, porque há bastante espaço para brincar livremente.

 Assumir o seu poder é voltar a sentir-se em casa na Terra sendo quem você realmente é e assumindo seu lugar aqui. Isto parece muito simples, mas é a culminação de uma longa jornada que você criou como alma. Peço-lhe que se entregue a esse lugar; ele não está mais tão distante.

Muito obrigada pela sua atenção.

 Maria Madalena 

© Pamela Kribbe www.jeshua.net

Tradução de Vera Corrêa veracorrea46@gmail.com

A Consciência é Essencial Para a Nossa Evolução e Sobrevivência Coletiva

post-01-07-1

Toda a ideia de compaixão é baseada em uma consciência aguda da interdependência de todos os seres vivos, que são todos parte um do outro e todos estão envolvidos uns com os outros”. ~Thomas Merton

A consciência pode ser um conceito estranho para os não iniciados. Aqueles que só estão correndo na esteira da vida não conseguem compreender um conceito como a consciência. A consciência é a capacidade de perceber, sentir ou estar consciente de eventos e circunstâncias que afetam nossa vida. O aumento da consciência de nossa conexão com tudo é provavelmente a única coisa que determinará o destino de nossa espécie, biodiversidade e ecossistemas nos próximos anos.

Examinando a Consciência

Vamos nos aprofundar sobre o que é a consciência e porque ela é tão importante. Encontramos três níveis de consciência em nossa vida diária. Em primeiro lugar, existe o mundo físico em que vivemos. Coisas como a casa em que vivemos e tudo o que está relacionado com ela. Móveis, iluminação, tapetes e todos os itens colecionáveis que acumulamos. Em seguida, fora de sua residência existe outra camada de ambiente. Isto inclui nossos vizinhos, o bairro e os arredores em que vivemos. Mais longe existe o ambiente maior que sabemos que está lá, mas não podemos ver de onde estamos.

A maioria de nós, embora não todos, está preso em seu próprio mundo, focado em ter certeza de que tudo corre bem conforme o planejado e que sua vida vai deixar marcas. Nossa consciência só se estende à nossa vida imediata. Assumimos como garantido as coisas essenciais que tornam a vida possível como o ar, a água, a biosfera, o vento, a chuva, a luz, a temperatura, a umidade e uma multidão de espécies animais e plantas. É somente quando algo dá errado e falta algum destes componentes mais básicos da vida que nós nos tornamos cientes de sua importância. A frase abaixo resume isto de forma brilhante:

“Quando eu tenho uma dor de dente, descubro que não ter dor de dente é uma coisa maravilhosa. Isso é paz. Eu tive que ter uma dor de dente para ser esclarecido, para saber que não ter é maravilhoso”. ~Thich Nhat Hanh

Isto levanta a questão: a humanidade tem que se submeter a esta dor de dente (depleção ambiental) para entender como é não ter uma dor de dente ? Isto faz parte do processo natural de evolução da nossa consciência ?

Por Que a Consciência é Tão Difícil de Alcançar ?

Despertar e tomar consciência é como se recuperar de uma ressaca. Estamos alegremente dormindo e nos sentindo bem deitados na cama o dia todo. Sair da cama é a opção difícil e pode doer. Ficar dormindo na cama o dia todo é a opção fácil. Como a nossa ressaca, pode ser desagradável acordar depois de anos de sono no volante da nossa vida. É fácil seguir os movimentos e ser alimentado com uma dieta de pensamentos tipo “comida rápida” e entretenimento fútil.

Poderia perturbar o carrinho de maçã se começarmos a pensar, sentir e responder por nós mesmos. Consciência é sobre mudança e a mudança pode ser difícil para alguns. Muitos ficam presos, distraídos com a futilidade, se esforçando em busca de algo que é inatingível. Se esforçando por bens materiais e buscando satisfação no ter ao invés do ser. O mundo natural fica esquecido e se torna algo separado da nossa existência, resultando na situação em que estamos.

Em grande parte de nossa vida vivemos uma existência condicionada, como o que fazemos e pensamos é um produto de nossas experiências e crenças. Muitas das coisas que fazemos são derivadas de hábitos que copiamos dos outros. Nossos trabalhos, relacionamentos, necessidades e desejos derivam de nossa existência condicionada. O mais infeliz sobre tal condicionamento é que é duro se libertar deles, é difícil de mudar, assim muitos de nós preferem seguir sofrendo.

Como Seres Humanos, Nos Tornamos Conectados à Coisas

No mundo ocidental, a maior parte do que fazemos está associada à propriedade: minha propriedade, minha carreira, meu carro, minha vida, meus objetivos, etc. Encontramo-nos apegados e envolvidos com coisas que se relacionam à propriedade. É difícil tomar consciência dos desafios que a humanidade enfrenta quando a maioria do nosso tempo é dedicado a manter o controle das posses materiais. Como seres humanos, também nos apegamos a pensamentos, opiniões, crenças e atitudes que herdamos do sistema.

Com uma forte associação a certos pensamentos, é difícil deixar fluir e ver as coisas de uma perspectiva diferente. Então o que acontece ? Ficamos presos com as nossas opiniões testadas e experimentadas do mundo, mas fechados para novas e emocionantes ideias e pensamentos. Isto bloqueia o caminho para uma verdadeira conscientização, por isto que muitas vezes é difícil questionar quando existem evidências tão esmagadoras (mesmo manipuladas) para apoiar dados científicos (como no caso das mudanças climáticas).

Foi Aristóteles quem disse: “A marca de uma mente educada é ser capaz de desenvolver um pensamento sem precisar aceitá-lo”. Nossa incapacidade de permanecer desapegado das ideias, crenças e condicionamentos tem muito a ver com o nosso fracasso em prever mudanças ambientais significativas. Nossa falta geral de consciência é um sintoma do nosso egocentrismo e de uma mente condicionada que nos mantêm presos em falsas ideias e realidades, às vezes indefinidamente. Nossa desconexão da natureza e incapacidade de experimentar a percepção do momento presente é substituída pela trivialidade e distração que buscamos compensar através do materialismo e entretenimento de curto prazo.

Se a humanidade quer realmente avançar e resolver alguns dos problemas urgentes atuais, deve refletir e observar a si mesma. Somente observando a nós mesmos, podemos entender por que fazemos as coisas que fazemos. Por que eu fiz isso? O que me motivou a me comportar desta maneira ? Que impacto minhas ações têm nos outros e no planeta ? Quando estivermos conscientes de nossos estados e ações, estamos mais bem posicionados para ver as coisas como elas realmente são. Tornemo-nos conscientes. Através da consciência, começamos a ver a beleza, complexidade e simplicidade na natureza. Esperamos que a humanidade desperte logo para a realidade que não ter uma dor de dente é uma coisa maravilhosa…

Excertos de: “Um ~ Guia de Sobrevivência Para o Futuro…

©Andrew Martin

Origem: collective-evolution

Tradução e Divulgação: A Luz é Invencível ☼

Medicina Psicoacústica: A Ciência do Som a Serviço da Saúde e do Bem-estar

post-01-23-1

Embora o termo medicina psicoacústica seja relativamente novo, as práticas do uso de som e frequências para impactar a saúde física e emocional do corpo tem sido utilizadas desde o início dos tempos. A partir dos cantos gregorianos em igrejas, canto de monges tibetanos aos tambores de nativos, a canção e o som têm sido um catalisador na estimulação da saúde e cura para o corpo e a mente em todas as culturas. A definição de medicina psicoacústica é a ciência de como a música e o som influenciam o sistema nervoso, psicológica e fisiologicamente. Simplificando, é como o som influencia a mente e o corpo.

Uma área particular desta ciência do som é a da “batida binaural”. Batidas binaurais foram teorizadas pela primeira vez em 1839 por Heinrich Wilhelm Dove, mas foram testadas e comprovadas cientificamente pela primeira vez em 1973 pelo Dr. Gerald Oster, um médico e biofísico, quando ele publicou sua descoberta em um artigo de pesquisa chamado batidas auditivas no cérebro. O estudo abriu uma área completamente nova da ciência porque mostrou a maneira como o som afeta e como o cérebro rapidamente aprende a informação nova, o modo de controle, os padrões do sono e as respostas de cura dentro do corpo, entre muitos outros itens.

Como as Batidas Binaurais Influenciam o Cérebro e o Corpo

Para começar, vamos primeiro olhar para o que são exatamente as batidas binaurais. Dra. Suzanne Evans Morris, Ph.D. que é uma fonoaudióloga, afirma:

“A pesquisa mostra que as diferentes frequências apresentadas em cada orelha através de auscultadores estereofônicos… criam um tom da diferença (ou batida binaural) quando o cérebro une os dois tons que ouve realmente. Através de monitoramento EEG o tom da diferença é identificado por uma mudança no padrão elétrico produzido pelo cérebro. Por exemplo, as frequências de 200 Hz e 210 Hz produzem uma frequência de batimento binaural de 10 Hz (A diferença entre 200 Hz e 210 Hz é 10 Hz). O monitoramento da eletricidade do cérebro (EEG) mostra que o cérebro produz um aumento da atividade de 10 Hz com igual frequência e amplitude da forma de onda em ambos hemisférios do cérebro (hemisfério esquerdo e direito).

post-01-23-2

A diferença entre uma frequência de 200 Hz e 190 Hz resulta num batimento binaural de 10 Hz.

O resultado disto é chamado de “arrastamento de ondas cerebrais”, que no exemplo acima, arrasta a 10 Hz. Qualquer atividade eletroquímica do cérebro resulta na produção de formas de ondas eletromagnéticas que podem ser objetivamente medidas com equipamento adequado. Como as ondas cerebrais mudam as frequências baseadas na atividade neural dentro do cérebro, e porque a atividade neural é eletroquímica, a função do cérebro pode ser modificada usando o som e as frequências. Assim, certas frequências/sons/músicas estimulam o cérebro a produzir determinados neurotransmissores como a serotonina, o mensageiro químico para “sentir-se bem” que ajuda a reduzir a dor e aumenta os sentimentos de prazer.

Os pesquisadores acreditam que diferentes padrões de ondas cerebrais estão ligados à produção no cérebro de vários neuroquímicos associados com relaxamento e liberação de estresse, aumento da aprendizagem e criatividade, memória e outros benefícios desejáveis. Estes neuroquímicos incluem beta-endorfinas, fatores de crescimento, peptídeos intestinais, acetilcolina, vasopressina e serotonina.

A engenheira de terapia neuro-elétrica Dra. Margaret Patterson e o Dr. Ifor Capel, mostraram neste experimento como uma frequência de ondas cerebrais de 10 Hz (ondas cerebrais alfa), aumentaram a produção de serotonina, para ajudar a aliviar a dor e aumentar o relaxamento. Eles também demonstraram como uma frequência de ondas cerebrais de 4 Hz (ondas cerebrais teta), aumentaram a produção de catecolaminas, que são importantes para a memória e aprendizagem.

O Dr. Capel explica um pouco mais este mecanismo:

“Tanto quanto podemos dizer, cada parte do cérebro gera impulsos em uma frequência específica com base no que o neurotransmissor predominante segrega. Em outras palavras, o sistema de comunicação interna do cérebro, tem sua linguagem baseada na frequência… Presumivelmente, quando enviamos ondas de energia elétrica em digamos, 10 Hz, certas células no tronco cerebral responderão porque elas normalmente funcionam dentro deste alcance de frequência”.

Isto é também exatamente o que provou a Dra. Candice Pert que é neurocientista, biofísica e farmacologista, que pesquisou no Instituto Nacional de Saúde (INS) e lecionou na “Georgetown University School of Medicine”. A Dra. Pert foi a primeira a provar que os pensamentos e emoções criam um efeito fisiológico direto sobre o corpo, demonstrando assim a crença há muito tempo mantida sobre a medicina da mente/corpo. Em outras palavras, ela provou que pensamentos positivos, negativos e emoções estão sempre melhorando ou diminuindo nossa saúde, com base nos produtos químicos que são liberados e transportados para cada célula.

Sobre os efeitos das frequências afetarem as células do corpo a Dra. Pert disse:

“Energia e vibração vão até o nível molecular. Temos 70 receptores diferentes sobre cada molécula e quando a vibração e a frequência os atingem eles começam a vibrar [permitindo assim que as células sejam afetadas diretamente pela vibração].“Basicamente, os receptores funcionam como scanners. Eles se aglomeram em membranas celulares, esperando que a ligação correta (moléculas muito menores do que os receptores), venham dançando (difundindo) através do fluido que rodeia cada célula, montando, vinculando e (vibrando) para ligá-los e motivá-los a vibrar uma mensagem para a célula. Montando a ligação para o receptor que é comparada duas vozes, atingindo a mesma nota e produzindo uma vibração que toca uma campainha para abrir a porta da célula”.

Em outras palavras, para que qualquer mensagem (ligação vibratória) seja recebida por uma célula, a célula deve vibrar na mesma frequência que a ligação. Assim, quando as ondas cerebrais estão no estado Alfa, 8 a 14 Hz, esta vibração ou frequência está combinando com as células correspondentes para que a serotonina seja criada, por exemplo.

Aplicações Diárias Desta Medicina

Existem várias aplicações diferentes desta forma de medicina ser usada para beneficamente impactar nossas vidas, incluindo o alívio do estresse, alívio da dor, alivio de dores de cabeça, reverter e prevenir distúrbios cognitivos como Alzheimer e Parkinson, reverter e prevenir diferentes tipos de câncer, Aprendizagem e recordação, bem como melhores ciclos de sono, recuperação de dependência, habilidades cognitivas aumentadas devido à sincronização dos hemisférios cerebrais esquerdo e direito, bem como um bem-estar geral melhorado.

post-01-23-3É sabido e provado que exercitando nosso cérebro, nós temos uma saúde mental e emocional melhor e um funcionamento intelectual aumentado. Dr. Robert Cosgrove, Jr., Ph.D., M.D. diz:

“[Batidas Binaurais] foram observadas por nós como sendo um excelente exercitador de neuro-caminho. Como tal, acreditamos que ela tem grande potencial para uso no aumento do desempenho cerebral. Manter e melhorar o desempenho cerebral ao longo da vida atrasa por décadas a deterioração do cérebro, tradicionalmente associado com o envelhecimento…”

Como dito acima, se alguém quer relaxar e se desestressar, ouvindo uma batida binaural que produz ondas cerebrais alfa (entre 8 e 14 Hz), mais serotonina será produzida, bem como mais endorfinas. Isto ajuda a reduzir a dor física e emocional, bem como aumenta os sentimentos de relaxamento e felicidade. Ouvir uma batida binaural alfa também pode ajudar a aumentar as habilidades de aprendizagem. O Dr. Georgi Lozanov mostrou que os alunos no estado alfa podem aprender tanto quanto cinco vezes a quantidade de informação em menos tempo por dia e com maior retenção de memória a longo prazo.

Revendo as informações acima, percebemos que as ondas teta (entre 4 e 8 Hz) estimulam a liberação de catecolaminas, que são essenciais para a aprendizagem e memória. Ondas teta também ajudam dramaticamente a sincronizar ou aumentar a comunicação entre os hemisférios esquerdo e direito do cérebro, ativando mais partes do cérebro, o que pode levar a um aumento na função cognitiva. Então, se uma pessoa está precisando se desestressar ou quer aprender e lembrar de forma mais eficaz, escutar frequência de ondas alfa ou teta pode ser tremendamente benéfico. Além disto, a música clássica, de harpa ou piano muda o cérebro para o estado alfa ou teta relaxado, enquanto a maioria da “musica” metal, rock pesado e similares deslocam o foco do cérebro para um estado beta elevado, que é estressante e pode elevar os níveis de cortisol que nos faz armazenar mais gordura corporal, diminuir a assimilação de nutrientes e acelerar o processo de envelhecimento.

Frequências alfa e teta também podem ser usadas para ajudar na recuperação de vícios e modificação de comportamentos. O Dr. Eugene Peniston e o Dr. Paul Kulkosky, da “University of Southern Colorado”, ajudaram um grupo de alcoólicos a entrar nos estados alfa e teta. “Esta experiência envolveu dois grupos de alcoólicos. Um grupo foi enviado para um programa regular de “12 passos” de AA para ajudar em sua condição (grupo de controle). O outro grupo não recebeu aconselhamento, mas foi enviado para escutar 15 sessões de vinte minutos de batidas binaurais alfa e teta (grupo experimental). Dentro do grupo de controle de AA, as taxas de recaída de alcoolismo 13 meses após o teste foram de 80% e não houve alteração nos níveis de depressão (medida pelo Inventário de depressão de Beck). Dentro do grupo experimental que escutou batidas binaurais 13 meses mais tarde houve uma recaída de apenas 20% e os níveis de depressão tinham reduzido para a de um terceiro grupo de controle, sem álcool”.

O Dr. Gene Brockopp explica porque ele acredita que a batida binaural e a medicina psicoacústica pode ajudar as pessoas a modificar dramaticamente comportamentos aprendidos/programados:

“Se pudermos ajudar uma pessoa a experimentar diferentes estados de ondas cerebrais conscientemente através da condução delas pela estimulação externa (batida binaural), podemos facilitar a capacidade do indivíduo de permitir mais variações em seu comportamento através da quebra de padrões à nível neural. Isto pode ajudá-lo a desenvolver a capacidade de mudar de marcha ou “transporte” afastando-o dos padrões de hábitos de comportamentos ineficientes para torná-lo mais flexível e criativo, desenvolvendo estratégias ideais de comportamento”.

Em termos de utilização a frequência delta pode ser usada para adormecer mais rápido, reparar e recuperar mais rápido lesões, cansaço de exercícios ou estresse físico diário, já que o hormônio do crescimento humano (GH) é liberado quando nosso cérebro está no estado delta. É por isto que é fundamental obter um bom e profundo sono para o corpo poder se reparar e recuperar totalmente a cada noite. Certas ervas medicinais também podem ajudar uma pessoa a obter um sono profundo e repousante. Drogas farmacêuticas para dormir na verdade impedem o corpo de produzir certos neurotransmissores e realmente destroem o funcionamento natural do cérebro quando usadas. Elas também impedem que o cérebro mergulhe no estado delta.

Embora existam inúmeros outros benefícios que poderiam ser listados, tem sido demonstrado que a medicina psicoacústica é extremamente benéfica e pode ser usada para melhorar uma ampla gama de transtornos. O que cada um de nós pode melhorar em sua vida com esta forma de medicina ?

 

Origem: wakingtimes

Tradução e Divulgação: A Luz é Invencível ☼

Induzir um Aumento da Inteligência e Sentidos Aguçados Com Ondas Cerebrais Gama

post-10-10-1

Arrastamento de ondas cerebrais é uma forma de treinar o cérebro para sincronizar em certa frequência, como gama , beta, delta, teta e alfa, cada frequência corresponde a um determinado estado de consciência, por exemplo, o delta é predominante nas ondas cerebrais no estado inconsciente quando dormimos, as ondas teta e alfa inspiram relaxamento e ajudam a fugir de nosso estado beta de consciência que com maior frequência promove o estresse e a ansiedade, ouvir frequências mais baixas tais como delta e teta é benéfico durante a meditação e ajuda a alcançar um estado mental superior.

O que são as ondas cerebrais gama ?

As ondas cerebrais gama são responsáveis por ligar e processar as informações de todas as outras partes do cérebro, a elevada quantidade de atividade de ondas gama no cérebro é associada com inteligência, compaixão, autocontrole e sentimentos de felicidade, além disso, as ondas cerebrais gama têm sido associadas à melhora da memória e uma maior capacidade de perceber a realidade.

Parece haver uma correlação entre o aumento da função cerebral e ondas cerebrais gama mais frequentes, se você está carente de ondas cerebrais gama pode enfrentar dificuldades com a aprendizagem e cognição mental, pessoas que estão prejudicadas mentalmente ou com deficiência mental tendem a ter significativamente menos atividade de ondas gama no cérebro quando comparado com pessoas com inteligência média ou acima da média.

Aumentando as ondas cerebrais gama

Arrastamento das ondas cerebrais, por vezes referido como batida/som binaural, está se tornando uma maneira popular de induzir estados mentais desejados e acessar nosso potencial inexplorado, sons binaurais são tons sonoros reproduzidos em diferentes frequências em cada orelha, por exemplo, se um sinal de 300 Hz é jogado numa orelha e 310 Hz na outra orelha, os sons binaurais tem a frequência de 10 Hz, ouvir sons binaurais pode alterar suas ondas cerebrais e aumentar o seu estado de consciência.

Simplesmente ouvindo certos sons binaurais usando fones de ouvido você aumenta suas ondas cerebrais gama e estará propenso a impulsionar o seu processamento mental, criando uma experiência sensorial mais rica para a mente, você pode até aumentar o seu QI ! Pessoas relataram que depois de ouvir as ondas cerebrais gama foram capazes de aprender em um ritmo mais rápido e manter o foco por períodos mais longos, ao se tornar mais consciente do seu estado de ondas cerebrais em geral você provavelmente vai se tornar mais atento aos seus diferentes estados de consciência e eles podem se manifestar em novas experiências e benefícios tangíveis na sua vida.

Você pode facilmente encontrar sons binaurais de ondas cerebrais gama no YouTube, você também pode comprar muitos produtos de ondas cerebrais gama na Amazon.

Benefícios das ondas cerebrais gama

Aqui está uma lista dos resultados prováveis à medida que você aumenta sua exposição as ondas cerebrais gama:

Memória: Melhorias na memória, controle do processamento da memória no cérebro e capacidade de recordar vividamente as experiências passadas.

Percepção: Maior capacidade de perceber a realidade através dos cinco sentidos, a capacidade olfativa mais poderosa, a visão mais aguda, a audição mais nítida e o paladar mais sensível, tornando assim a vida uma experiência sensorial mais rica.

Assimilação de atividade cerebral: Combinação adequada de sentidos e memória, tornando a memória de cada evento de vida mais viva e autêntica.

Velocidade de processamento do cérebro: Capacidade de processar grandes quantidades de informação durante um período de tempo mais curto, semelhante à obtenção de uma atualização do chip do processador em um computador.

Compaixão: Tendência espontânea e natural de sentir mais compaixão para com os outros.

Felicidade: Propensão interna para sentir-se mais feliz, diminuindo os pensamentos de desespero e tristeza.

©Anna Hunt

Origem: wakingtimes

Tradução e Divulgação: A Luz é Invencível

Tai chi chuan – A meditação em movimento

tai_chi_chuan

Tai Chi Chuan é uma das variedades de arte marcial chinesa e é também muito conhecido por suas técnicas de defesa e benefícios à saúde.

A arte marcial tem evoluído ao longo dos anos como um meio eficaz de aliviar o estresse e a ansiedade, sendo considerado como uma forma de “meditação em movimento”, que promove a serenidade e paz interior.

Os princípios filosóficos do tai chi chuan remetem ao taoísmo e à alquimia chinesa, sendo criado pelo monge Chang San Feng, no século XII.

Os textos clássicos do tai chi chuan escritos pelos mestres orientam a:

  • Vencer o movimento através da quietude (Yi Jing Zhi Dong) 以靜制動
  • Vencer a dureza através da suavidade (Yi Rou Ke Gang) 以柔克剛
  • Vencer o rápido através do lento (Yi Man Sheng Kuai) 以慢勝快

Há cinco estilos diferentes de Tai Chi, cada um com seus próprios métodos e princípios distintos:

  • Chen
  • Yang
  • Wu-ou Wu (Hao)
  • Wu
  • Sun

Tai Chi é considerado seguro para as pessoas de todas as idades, pois não estressa músculos e articulações, além de ser uma prática econômica, uma vez que não requer muito equipamento. Ele pode ser praticado quer em um grupo ou sozinho.

A pesquisa moderna descobriu que o Tai Chi tem efeitos positivos no controle de equilíbrio, condicionamento físico e flexibilidade.

História do Tai Chi

Tai Chi tem vários estilos e variações diferentes, cada uma delas tem a sua própria linhagem e data de origem.
Algumas formas de Tai Chi priorizam a saúde, enquanto outros salientam a concorrência ou de autodefesa.

Há tantas histórias diferentes que descrevem as origens do Tai Chi que a verdade permanece um mistério.

No entanto, os fundamentos de Tai Chi remontam ao início da história escrita chinesa do taoísmo e confucionismo. O fundador do Tai Chi é acreditado para ser Zhang San Feng.

Dica de Leitura:  Otimismo e Felicidade melhorando sua qualidade de vida

Há histórias que afirmam Zhang SanFeng deixou o mosteiro para se tornar um eremita taoista e criou sua própria forma de luta baseada em suavidade:

“Em cada movimento, cada parte do corpo deve ser leve e ágil e encadeada. As posturas devem ser feitas sem pausas. O movimento deve ser iniciado nos pés, liberado através das pernas, dirigido pela cintura e liberado pelos dedos. Movimentos, substancial e insubstancial, devem ser claramente diferenciados”.

Os benefícios de saúde do Tai Chi estão sendo amplamente estudada. A arte tem sido associada com a redução do estresse, ansiedade, depressão e melhoria de humor, tanto em pessoas saudáveis, quanto em doentes crônicos.

Além disso, o Tai Chi tem sido recomendado para ampliar a capacidade aeróbica, aumento da energia, e construir a força muscular.

Há benefícios para a saúde associados com o Tai Chi para as pessoas que sofrem de: doença de Parkinson, insuficiência cardíaca, fibromialgia, diabetes, depressão, entre outras

Dicas de relaxamento para aliviar o estresse

concentrao-full[1]
O relaxamento pode ajudar a aliviar os sintomas de estresse, pode ajudá-lo a se acalmar e dar um passo para trás numa situação extrema.

Embora a causa da ansiedade não desapareça, provavelmente vai se sentir mais capaz de lidar com ela depois de ter retirado a tensão em seu corpo e limpar seus pensamentos.

Todas as técnicas de relaxamento combinam respirar mais profundamente com  relaxar os músculos.

Em primeiro lugar, não se preocupe se você achar que é difícil relaxar. É uma habilidade que precisa ser aprendida e virá com a prática.

Yoga e tai chi são boas formas de exercício que pode ajudar a melhorar a respiração e relaxamento.

A respiração relaxada

Pratique a respiração profunda em um horário regular e em um lugar calmo onde você não será perturbado. Solte ou remova quaisquer roupas apertadas que você tenha, como sapatos ou casacos. Sinta-se completamente confortável.

Sente-se numa cadeira confortável que apoie a cabeça ou deite-se no chão ou numa cama. Repouse os seus braços sobre os da cadeira, ou apoiados no chão ou na cama, um pouco longe do lado do seu corpo com as palmas para cima. Se estiver deitado, estique as pernas, mantendo-as na largura dos quadris ou um pouco mais amplo. Se estiver sentado em uma cadeira, não cruze as pernas.

Um bom relaxamento começa sempre com foco em sua respiração. A maneira de fazer isso é inspirar e expirar lentamente num ritmo regular, pois isso irá ajudá-lo a se acalmar.

Encha seus pulmões com o ar, sem forçar. Imagine que você está enchendo uma garrafa, para que seus pulmões se inflem de baixo.

Inspire pelo nariz e expire pela boca.

Inspire lentamente e contando regularmente de um a cinco (não se preocupe se não puder chegar a cinco em primeiro momento).

Então deixe a respiração escapar lentamente, contando de um a cinco.

Continue fazendo isso até se sentir calmo. Respire sem pausa ou prendendo a respiração.

Pratique essa respiração relaxada de três a cinco minutos, duas a três vezes por dia (ou sempre que sentir estressado).

Relaxamento muscular profundo

Esta técnica leva em torno de 20 minutos e é utilizada para liberar a tensão do corpo e relaxar a mente.

Dica de Leitura:  Dezembro Laranja: mês da conscientização do câncer da pele

Encontre um lugar quente, calmo, sem distrações. Fique completamente confortável, sentado ou deitado. Feche os olhos e comece concentrando-se em sua respiração; a respiração deve ser lenta e profunda, tal como descrito acima.

Se você tiver dor em certos músculos, ou se há músculos que achar que seja difícil de focar, passe mais tempo no relaxamento de outras partes.

Você pode colocar uma música suave para ajudar a relaxar. Assim como acontece com todas as técnicas de relaxamento, o relaxamento muscular profundo vai exigir um pouco de prática antes de você começar a sentir os seus benefícios.

Para cada exercício, mantenha o alongamento por alguns segundos e depois relaxe. Repeti-lo algumas vezes. É útil para manter a mesma ordem que você trabalhar com os grupos musculares:

Rosto: empurrar as sobrancelhas, como se franzindo a testa, depois solte.

Pescoço: incline levemente a frente da cabeça, empurrando o queixo para baixo contra o peito, em seguida, levante novamente bem devagar.

Ombros: puxe-os para cima em direção as orelhas e depois os relaxe para baixo, em direção aos pés.

Peito: respirar lenta e profundamente no diafragma (abaixo de sua costela inferior), de modo que você esteja usando o conjunto dos pulmões. Então respire lentamente para fora, permitindo que a barriga deflacione como todo o ar é exalado.

Braços: esticar os braços para fora do corpo, alcance, então relaxe.

Pernas: empurre os dedos dos pés para fora do corpo, em seguida, encolha-os para o corpo, e depois relaxe.

Pulsos e mãos: estique o pulso, puxando a mão na sua direção, e esticar os dedos e polegares, então relaxe.

Passe algum tempo deitado tranquilamente após o seu relaxamento, com os olhos fechados. Quando se sentir pronto, esticar e levante-se lentamente.

Cores podem influenciar o corpo e a mente

-

Pessoas que desejam fazer de suas casas ou escritórios um santuário para aliviar o estresse muitas vezes ficam em dúvida na hora de escolher as melhores cores para alguns ambientes. As cores podem ser um grande foco para a meditação ou relaxamento guiado e podem até provocar  respostas emocionais e físicas.

Cor em História
Na história antiga, a cor não foi apreciada pela sua beleza abstrata ou apelo estético, mas pelo simbolismo divino que lhe é atribuído por várias religiões da antiguidade. Por exemplo, os antigos mágicos egípcios usavam roupas em tom azul para representar a santidade de sua sabedoria, na poesia grega, o vermelho e roxo foram usadas para representar o encontro violento na Ilíada  e Ulysses em “A Odisseia” .
Cor e luz colorida foram usadas até mesmo em algumas culturas para curar várias doenças físicas e mentais.

Cor, mente e corpo

Atualmente, as cores e seus significado perderam a essência mística. As pessoas escolhem cores para suas roupas e casas com base em  preferências pessoais. No entanto, as cores transmitem efeitos diferentes sobre o corpo e a mente.

Vermelho, rosa, laranja e amarelo.

red_100px   Na China, o vermelho é uma cor de celebração e sorte, e está presente em muitas cerimônias importantes. Na Índia, o vermelho é usado em roupas de casamento para simbolizar a pureza dos noivos.
Apesar da importância e do uso generalizado do vermelho em eventos culturais ao redor do globo, os cientistas descobriram que olhar para a cor vermelha pode realmente iniciar resposta de luta ou fuga do corpo, acelerando a frequência cardíaca e aumentando a pressão arterial. Propriedades estimulantes torna o vermelho uma má escolha para o relaxamento, mas é ótimo para uma explosão de energia e paixão.

Pink-100px   O cor-de-rosa possui partes das propriedades estimulantes do vermelho e também inspira uma maior motivação e confiança. Curiosamente, em algumas prisões, possuem celas cor-de-rosa, supostamente para reduzir o comportamento errático dos internos.

orange_100px   Laranja também é uma cor estimulante que aumenta o comportamento social e estimula tanto o apetite e o nível de atividade.

Yellow-100px

   Amarelo foi mostrado para aumentar a comunicação, aumentar a memória e, ao mesmo tempo, estimular a mente.

 

Estes tons quentes podem ser ótimos para um ajuste rápido, mas eles não se prestam bem a tranquilidade ou contemplação pacífica, por isso não são as melhores cores para relaxamento.

Dica de Leitura:  Dezembro Laranja: mês da conscientização do câncer da pele

blue-100px   Azul
Talvez não seja coincidência que a cor, tanto do céu, como do mar, tem provado ser uma cor calmante. Durante muitas gerações, temos o hábito de contemplar com felicidade os dias azuis sem nuvens ou visitando uma praia.
Azul tem um efeito calmante sedativo e pode realmente fazer com que o corpo se torne mais frio. Pesquisas indicam que a cor azul também ajuda na intuição. Salas azuis são geralmente muito relaxantes, e a mesma tranquilidade pode ser adquirida quando observamos uma pintura ou uma fotografia com tons de azul.

green-100px   Verde
Verde é indicado para diminuir a depressão, ansiedade e nervosismo. A cor relaxa o corpo e a mente e é, ao mesmo tempo, suave e refrescante. O verde de uma floresta pode ser o lugar perfeito para um passeio relaxante até mesmo quando estiver um dia de chuva, observar as árvores em uma tarde chuvosa pode ser muito agradável.
O verde é uma cor ótima para paredes ou roupas. Uma sugestão é adicionar peças de arte ou acessórios para dar uma sensação de tranquilidade para qualquer ambiente.

purple-100px   Roxo
O roxo que é uma mistura de vermelho e azul. Ele pode tanto ser estimulante como o vermelho ou calmante como azul, dependendo da tonalidade, tons mais claro – como a  lavanda –  são relaxantes. O roxo tem sido tradicionalmente a cor da realeza, antigamente tecidos neste tom eram muito mais caros.

As melhores cores para relaxamento
As cores quentes são geralmente estimulantes e não são a melhor opção para um ambiente calmo e relaxante.
As melhores cores para quem deseja criar um espaço para obter um efeito calmante, pacífico, aliviando o estresse e transmitindo tranquilidade são as tonalidade azuis, verdes e roxos.